Towa no Quon tem boa ação e… só

Towa no Quon era o projeto no qual o diretor Umanosuke Iida trabalhava quando ele morreu. O estúdio Bones decidiu ir além com o projeto para homenagear o funcionário. Talvez um minuto de silêncio por todo o estúdio tivesse sido uma homenagem melhor.


Não que tenha sido um desatre completo. TnQ são seis filmes de aproximadamente 45 minutos cada, o que equivale a uma série de tv de 12 episódios. Por que decidiram lançar como filmes em vez de uma série normal eu não sei. Talvez pra seguir na esteira de Kara no Kyoukai e lançar uma nova moda? Enfim, dá pra ver que o estúdio se dedicou ao projeto, a arte do anime é muito boa em geral, e as cenas do flashback do Quon são formidáveis. Existe um deslize aqui e ali na animação, mas nada que prejudique nesse quesito. Como o título do post fala, a ação é o ponto forte de TnQ.

As lutas são muito bem dirigidas e animadas, contando com vários estilos de animação diferentes, e isso é diferente de estilo de arte. Isso porque a produção contou com vários animadores-chave diferentes, e cada um animou um luta diferente. E cada animador-chave possui um estilo diferente de abordar a luta, alguns colocam movimentos mais rápidos, outros dão mais destaque à coreografia, etc. Pra quem se interessa em começar a aprender sobre sakuga e sobre animação em geral. Towa no Quon é uma boa maneira de começar.


O problema é que esse é o único ponto forte. O resto do anime é gasto com desenvolvimentos clichês e um enredo irritantemente idiota e previsível. A estória você já viu antes: um grupo de mutantes vivendo em seu paraído particular para ficarem longe dos humanos malvados. Dentre eles, existe Quon, que quer salvar quantos mutantes forem possíveis. E existem também os inimigos, que querem exterminar quantos mutantes forem possíveis. Bem original, não é? Existem algumas reviravoltas, como existirem mutantes entre os exterminadores(eles não devem ter lá um exame de seleção muito rigoroso), o fato de ser tudo financiado por uma organização secreta que parece ser totalmente saída de lugar nenhum. Mas a execução do enredo fraquíssimo é pior ainda.

O enredo fraco é também um reflexo do quanto os personagens aqui são rasos e mal caracterizados. Eles são todos simples demais: Quon é muito bonzinho; Kamishiro, o vilão, é malvado demais; Takao, o idiota, é muito idiota. Não existe nenhum tipo de esforço para caracterizar os personagens de maneira decente. As ações deles, motivos, relacionamentos, tudo é idiota e chega a dar raiva. Qual era o objetivo do Kamishiro afinal? Apenas acumular poder? E, tudo bem, o Quon quer salvar todo mundo, e a história dele nos convence de porque ele age dessa maneira, mas é só isso? Ele é só um super altruísta? É esse o máximo de esforço que você gasta no seu protagonista?


Não que tenha tudo sido uma tragédia, o passado do Shun é muito emocionante, e ele é de longe o personagem mais interessante daqui. Ele é o rapaz que eu falei antes, o mutante que acabou “passando” para o esquadrão de extermínio sem ninguém perceber. Antes, ele odiava os mutantes, tal qual todos os antagonistas, mas acaba se transformando. O único indício de desenvolvimento em todo o anime.

Se eu recomendo Towa no Quon? Depende. Se você gosta de ação, provavelmente vai gostar disso. Não espere nada muito inteligente. Talvez, pela morte do Iida, quiseram deixar tudo do jeito que ele deixou, mas ninguém deu uma olhada nisso e pensou em melhorar? Sem querer ser desrespeitoso, se era pra gastar dinheiro em algo tão vazio era melhor ter enterrado esse projeto junto com ele.

Anúncios
Esse post foi publicado em Animes e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s