Digimon Adventure 02: mais do mesmo

A sequência direta da primeira temporada segue a mesma escrita de seu antecessor: acerta em alguns pontos, erra em vários outros.


Vamos começar pelos acertos. Uma das principais surpresas da primeira temporada, a caracterização mais do que satisfatória, também está presente aqui, de uma maneira diferente. Apesar dessa série ter menos episódios que a primeira temporada, o número de personagens que recebem foco aumenta: agora não são só os Digiescolhidos e seus digimons que recebem destaque, mas vários outros personagens secundários também. Como no caso do “arco” do BlackWarGreymon, um personagem que passa por uma dúvida existencial, de por que ele foi criado, por que ele existe.

Pode parecer algo barato ou sem graça, mas essa caracterização acaba sendo importante no enredo mais pra frente.

O vilão da série, Yukio, também recebe um desenvolvimento forte, embora ele passe a maior parte do tempo oculto e apenas com seus subordinados fazendo a maior parte do serviço. Quando ele aparece em cena, e a conspiração que ele planejava tem início, a caracterização dele também se inicia, e é tudo feito de uma forma bem marcante. Toda a construção do personagem dele, incluindo o final que ele tem, é muito emocionante. No geral, Adventure aposta bem mais em uma certa maturidade que Adventure 01, como a questão de matar ou não os digimon, um aspecto que não é muito utilizado.


Infelizmente, a caracterização erra alguns alvos. Por exemplo, alguns dos Digiescolhidos, como o Daisuke, são muito pouco avançados. A personalidade dele é simples demais e muito pouco desenvolvida. Isso foi um erro da direção: tudo bem ter focado em alguns personagens, mas você não pode dar esse tipo de tratamento logo para um protagonista. Não só ele, mas também a relação das crianças com os parceiros digimons é bem mais fraca do que foi feito na primeira temporada. O que é engraçado, porque agora contamos com a evolução Jogress, onde dois digimons se fundem, e os parceiros de cada um se “sincronizam”.

Uma pena que isso só é usado mais como um power-up do que como uma chance real para que as relações entre as crianças avancem mais. Exceção é a relação entre Iori e Takeru, onde eles se desentendiam no começo e a evolução faz com que eles se entendam. O resto não é sequer digno de nota.

Sobre o enredo, DA02 pode ser dividido em três grandes arcos: o do Digimon Kaiser, o das Torres Negras, e o da luta no mundo real. A progressão é bem parecida com a da primeira temporada, cada episódio um digimon evolui, monstro da semana, batalha, etc. A mesma coisa de antes. Talvez o maior destaque dessa temporada tenha sido que os vilões de cada arco tenham sido humanos em vez de digimons malignos, ou seja, a intereferência humana no Digimundo provoca uma certa reviravolta na maneira com que a existência do mundo digital é abordada. Antes era só um mundo paralelo ao nosso, e agora essas fronteiras vão se dissolvendo e cada mundo passa a se relacionar mais um com o outro.


Falando em mundo, um aspecto muito mal explorado foi o fato de que agora existem Digiescolhidos espalhados pelo planeta inteiro. Imagina o potencial disso. Crianças de países de uma mesma região se reúnem para salvar um continente. O digimon das crianças combinaria com o país de onde ela vem. Várias oportunidades, mas é tudo desperdiçado. Não dá nem pra dizer que houve um arco da luta mundial, porque só dura uns 4 ou 5 episódios. E as crianças do Japão estão envolvidas em todas, elas vão pra Franças, pra Austrália…

Tudo bem que o foco do anime é nos Digiescolhidos japoneses, mas bem que poderia mostrar as crianças de cada país melhor. Ou talvez eu esteja pedindo demais.

Na parte técnica, a animação continua um estrago. O interessante é notar que as animações das evoluções usam bem mais CG que antes, o que mostra que a primeira temporada foi lucrativa(tanto que fizeram ua nova série), mas é só isso. Todo o resto(personagens, ambientes, etc.) tem uma animação quase no mesmo nível de Adventure 01, que não foi lá das melhores. Considerando o tempo em que foi lançado, 2000, não é de se surpreender, afinal eu sinceramente nenhuma série de TV daquela época que se destaque pelo visual.


Se a segunda temporada é melhor que a primeira? Eu não sei, eu diria que fica no mesmo nível. Adventure 02 tem vários pontos positivos e vários negativos, tal qual seu antecessor. Acerta em alguns aspectos muito bons, mas “compensa” arruinando vários outros. Mas com certeza continua melhor que Pokémon.

Anúncios
Esse post foi publicado em Animes e marcado , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Digimon Adventure 02: mais do mesmo

  1. Jonas disse:

    Vocês tem facebook?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s